PM Jucurutu
11/01/2017
Por Walter Clemente às 15:21h.

Coronel André Azevedo assume o comando da PM/RN

Aconteceu na tarde desta terça-feira, 10, a passagem de comando da Polícia Militar. Na solenidade, conduzida pelo governador Robinson Faria, o coronel André Luiz Vieira de Azevedo assumiu o lugar do coronel Dancleiton Pereira Leite.

Após a passagem do cargo, o chefe do Executivo elogiou o currículo e deu boas vindas ao novo comandante. “Desejo ao coronel André Azevedo que tenha êxito e coragem na tomada de decisões. E faço aqui um pedido às forças militares: peço que deem todo apoio, crédito e confiança ao comandante Azevedo. Vamos ter, juntos, muitas lutas pela frente. É importante que tenhamos uma polícia motivada e unida”, destacou Robinson.

Azevedo tem 50 anos, é bacharel em Direito e mestre em administração pública. Ingressou na PM em 1988, à frente da qual se compromete a dar seu melhor na defesa da segurança pública e de seus membros. “Vou me dedicar de corpo e alma a esta missão, buscando reduzir os indicadores de violência e tentando propiciar a paz social”, assinalou.

Atualmente, Azevedo vinha comandando o Gabinete de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça. Ele é formado como oficial na Academia de Polícia Militar de Minas Gerais e foi nomeado Aspirante-Oficial em outubro de 1990. Em 2008 foi promovido a Coronel da PM-RN.

O coronel leciona as disciplinas de Armamento e Tiro e Teoria Geral da Administração em cursos da Polícia Militar. Foi Diretor de Pessoal, Diretor de Ensino e presidiu a Comissão de Projetos e Convênios da PMRN.

FORMAÇÃO ACADÊMICA – O novo comandante da PM é bacharel em Direito pela Universidade Potiguar (1996); tem especialização em Gestão de Políticas Públicas (Escola de Governo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006); mestrado Oficial em Governo e Administração Pública (Faculdade de Ciências Políticas e Sociais da Universidade Complutense de Madri – Espanha (2008/2009).

Via Sidney Silva


Compartilhe:
10/01/2017
Por Walter Clemente às 04:02h.

Dois Policiais Militares são presos por ordem judicial em Mossoró

Ocorreu nesta segunda-feira, 9, em Mossoró, mais uma etapa da Operação Intocáveis, através da qual promotores de Justiça e Policiais da Força Nacional investigam desde ano passado, em Mossoró e municípios vizinhos, crimes de execuções cometidos por policiais militares.
 A operação, ao contrário da outra vez, não foi nas residências dos policiais. Os soldados Erasmo Fredson Moreira Silva e Marcos Suel Pereira da Silva receberam voz de prisão dentro do II Batalhão de Polícia Militar, atendendo a ordem judicial de prisão preventiva.
Os dois estão recolhidos na cela do batalhão a aguardando a próxima decisão. Os motivos que justificam as decisões dos juízes decretando a preventiva dos policiais não foram explicados. Os processo corre em segredo de Justiça.
 A informação foi confirmada pelo comandante do II BPM, o major PM Maxmiliano Luiz Fernandes.
Na operação Intocáveis, os promotores de Justiça, com apoio de policiais civis, militares e da Força Nacional, investigam 14 mortes ocorridas em Mossoró e Tibau, sendo que nesta última foi uma chacina ocorrida em 2014.
Os policiais presos preventivamente e coercitivamente foram conduzidos para serem ouvidos na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Mossoró e seguiram para Natal apenas alguns dos suspeitos investigados.
No caso, os soldados Marcsuel e Moreira foram ouvidos e liberados. Entretanto, no decorrer do processo, acredita-se que os investigadores encontraram mais indícios e a Justiça terminou por decretar a prisão dos dois.
O comandante Maxmiliano Luiz não soube informar o local que os dois policiais vão aguardar decisão judicial no processo. Ele acredita que nesta terça-feira, 10, a Justiça já deve estar orientando os locais que os policiais vão ficar presos.
*Passando na Hora


Compartilhe:
30/12/2016
Por Walter Clemente às 11:23h.

Jucurutu: Após ser interditada pelo Corpo de Bombeiros, 3ª CPM/6º BPM terá sede provisória

O corpo de Bombeiro esteve da sede da 3ª CPM, em Jucurutu, isolou o local e recomendou a saída urgente dos PMs daquele prédio

Fonte: Blog PM Jucurutu – Após as poucas chuvas que caíram em Jucurutu neste mês de dezembro, os Policiais Militares da 3ª CPM/6º BPM notaram que a estrutura do Prédio da Companhia estava ficando cada vez mais comprometida, ameaçando desabar.

Com isso, o Comandante da Companhia, Capitão PM Mycael Campos, solicitou uma vistoria do Corpo de Bombeiros da Cidade de Caicó, que, de imediato, atendeu ao pedido do Oficial e veio até Jucurutu analisar a estrutura do prédio.

A sede temporária da PM de Jucurutu será no antigo Centro de Saúde do Município, que estava desocupado

Percebendo a gravidade da situação, rapidamente os Bombeiros isolaram a maioria das salas e recomendaram a saída imediata dos Policiais daquele prédio. Ao saber que havia um prédio do Estado desocupado – o antigo Centro de Saúde – o Capitão Mycael decidiu ocupá-lo provisoriamente, até que o novo prefeito de Jucurutu assuma, para buscarem uma solução para o problema.

A decisão do Comandante em ocupar o Prédio do antigo Posto de Saúde, se deu por ser a única alternativa viável para não prejudicar a população, uma vez que, caso não houvesse onde se instalar, a 3ª Companhia da Polícia Militar de Jucurutu, teria que ser transferida para Florânia ou São Rafael, onde há estrutura física mais viável. Isso acabaria por tirar todo, ou em parte, o policiamento da Cidade de Jucurutu, deixando a cidade a mercê do crime.

Há tempos a estrutura da sede da Companhia está comprometida e agora está totalmente impossibilitada de ser habitada com segurança


Compartilhe:
30/12/2016
Por Sd Franco às 09:26h.

Associação de Praças da PM de Mossoró (APRAM) cobra alimentação para policiais militares que atuam no interior do RN.

Nesta semana a Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (APRAM) levou ao conhecimento da cúpula da instituição a problemática envolvendo a alimentação dos militares que atuam nos pequenos municípios do interior, aonde alguns gestores que estão de saída das prefeituras suspenderam o custeio das refeições destinadas aos profissionais da segurança pública.

Segundo informou o Soldado Tony Fernandes, presidente da APRAM, a polícia militar já foi comunicada através do Coronel Arcanjo, comandante do CPI, o qual garantiu que medidas serão tomadas para resolver a situação. “Explicamos que é inadmissível o PM que já sofre com a falta de estrutura, ainda ficar privado de algo básico que é a alimentação. Esperamos que a situação seja solucionada no mais curto prazo”, declarou o dirigente.

Tony explicou ainda que atualmente os policiais militares lotados nos maiores centros vêm recebendo Vale Refeição no valor de 10 reais e que há aproximadamente um ano tinham a promessa do antigo comandante, Coronel Dancleiton, de que o valor seria majorado. O fato é que o comandante foi exonerado e os policiais reclamam que está cada vez mais complicado comprar refeição por esse valor, havendo a necessidade de aumento no vale refeição.

Fonte: Assessoria de Imprensa 


Compartilhe:
27/12/2016
Por Sd Franco às 00:03h.

Comando da PM emite nota de pesar sobre morte de militar

Resultado de imagem para foto do brasão da pm rn
É com pesar e profunda consternação que o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), recebeu na tarde desta segunda-feira (26) a notícia do falecimento do policial militar Ivan Márcio da Costa Xavier.
O fato ocorreu nas proximidades do Banco do Brasil, no bairro Cohabinal, no município de Parnamirim, após ser surpreendido por bandidos e ser alvejado com um disparo de arma de fogo.
Toda estrutura da Sesed foi prontamente disponibilizada para apurar o ocorrido, identificar e prender os acusados. Neste momento, as Polícias Militar e Civil estão em diligências.
 “Lamentamos profundamente o falecimento do Cabo da PM Ivan. Que Deus conforte sua família e amigos. Todos os esforços estão sendo feitos para capturar os acusados”, declarou o secretário de Segurança, Caio Bezerra.
A Sesed conta com a população para oferecer informações sobre o caso, por meio do disque denúncia do órgão, o número 181.
Via Blog 190rn.com


Compartilhe:
26/12/2016
Por Walter Clemente às 15:36h.

Cabo da PM é morto durante assalto a banco em Parnamirim, RN

Um cabo da Polícia Militar foi morto nesta segunda-feira (26) durante um assalto a uma agência do Banco do Brasil no bairro da Cohabinal, em Parnamirim, na Grande Natal.

Segundo a PM, o cabo estava no primeiro carro da polícia que chegou ao local da ocorrência. Os quatro assaltantes dispararam contra o veículo e conseguiram fugir, com o dinheiro roubado, em um carro tipo HB20 de cor preta.

Um dos tiros acertou a cabeça do policial, que chegou a ser socorrido ao Hospital Deoclécio Marques, mas não resistiu aos ferimentos.

*G1RN


Compartilhe:
26/12/2016
Por Walter Clemente às 10:11h.

Natal em Jucurutu: Nenhuma ocorrência de médio ou grande vulto foi registrada durante o Evento

Milhares de pessoas “pegaram o sol com a mão” em uma festa de Natal marcada pela paz e alegria em Jucurutu

Após se passarem os festejos de Natal em Jucurutu, a Polícia Militar avalia o evento como muito positivo, tendo em vista que não foram registradas ocorrências médias ou graves durante o Evento.

Ao todo, foram cerca de 40 homens, entre Policiais de trânsito, GTO, Rádio Patrulha e outros PMs de reforço, durante todo o dia e noite do dia 24 (sábado), o que passou uma grande sensação de segurança a toda população e visitantes de Jucurutu.

Antes mesmo da festa começar em praça pública, Policiais do 3º CPRE já faziam a fiscalização do trânsito de Jucurutu

O Capitão PM Mycael Campos, Comandante da 3ª CPM/6º BPM, expressa seus agradecimentos às empresas Sertão Jucurutu, Massas Jucurutu, Massas Nordeste pelo patrocínio do lanche dos policiais.
Também segue agradecimentos à Prefeitura Municipal de Jucurutu pelo cuidado com a segurança do evento, favorecendo o reforço de 22 policiais extras, além do efetivo normal, bem como alimentação.


Compartilhe:
26/12/2016
Por Walter Clemente às 08:02h.

Robinson anuncia Coronel André Azevedo como novo comandante da PM

O Governador Robinson Faria anunciou o nome do Coronel André Azevedo como novo comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

 O Coronel Azevedo substituirá o Coronel Dancleiton Pereira Leite, que apresentou na tarde desta sexta, 23, pedido de exoneração do cargo.

 Azevedo tem 50 anos, é bacharel em Direito e mestre em administração pública e ingressou na PM em 1988. Atualmente, vinha comandando o Gabinete de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça.

 Fez Curso de Formação de Oficiais na Academia de Polícia Militar de Minas Gerais e foi Aspirante-Oficial em outubro de 1990. Em 2008 foi promovido a Coronel.

Leciona as disciplinas de Armamento e Tiro e Teoria Geral da Administração em cursos da Polícia Militar. Foi Diretor de Pessoal, Diretor de Ensino e presidiu a Comissão de Projetos e Convênios da PMRN.

 FORMAÇÃO ACADÊMICA

 Bacharel em Direito pela Universidade Potiguar (1996).

Especialização em Gestão de Políticas Públicas – Escola de Governo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006).

Mestrado Oficial em Governo e Administração Pública – Faculdade de Ciências Políticas e Sociais da Universidade Complutense de Madri – Espanha (2008/2009).


Compartilhe:
24/12/2016
Por Sd Franco às 11:44h.

Comandante da PM/RN pede exoneração do cargo e governo anuncia novo comandante.

Coronel Dancleiton Pereira assume o comando-geral da PM no Rio Grande do Norte (Foto: Divulgação/PM)O comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Dancleiton Pereira, pediu exoneração do cargo, nesta sexta-feira (23), por meio de uma carta enviada ao governador do estado. A informação foi confirmada pela secretaria de comunicação do governo estadual. O subcomandante Sairo Rogério da Rocha e Silva também pediu exoneração.“As razões que me levaram a esta decisão são de ordem pessoal”, escreveu o comandante. Já o subcomandante agradeceu a oportunidade mas disse que “tomando conhecimento de mais uma mudança do comandante geral da PMRN planejada nestes últimos dias,  não resta a este oficial colocar o cargo de subcomandante a vossa disposição, no que peço exoneração, para que melhor possa ser decidido sobre quem o ocupará em consonância com o novo comandante geral a ser nomeado”, escreveu Sairo.

Dancleiton ficou à frente da PM por 10 meses. O comandante, que foi promovido ao posto de coronel em 2015, é também oficial da reserva do Exército Brasileiro da Arma de Infantaria.

Coronel Dancleiton já exerceu a função de comandante da Academia de Polícia Militar “Cel Milton Freire de Andrade”, comandante do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), subcomandante do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), subcomandante-geral e chefe do Estado-Maior e Diretor de Pessoal da PMRN.

Nomeação do novo comandante da PM/RN.

Coronel André Azevedo assume o posto (Foto: Divulgação/PM)O governador Robinson Faria nomeou o coronel André Azevedo como novo comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado na noite desta sexta-feira (23). Azevedo irá substituir o coronel Dancleiton Pereira que pediu exoneração do cargo. O subcomandante Sairo Rogério da Rocha e Silva também pediu exoneração.

Fonte: G1-RN.


Compartilhe:
15/12/2016
Por Walter Clemente às 08:36h.

Jucurutu: Polícia Militar promove “1º Seminário Municipal sobre Segurança Pública”

Sargento Aquino faz sua explanação acerca das ocorrências Policiais em Jucurutu

Fonte: Blog PM Jucurutu: A Polícia Militar da Cidade de Jucurutu promoveu, na noite desta quarta-feira, 14 de dezembro, nas dependências do Centro Educacional São Miguel, o “1º Seminário Sobre Segurança Pública em Meio a uma Crise de Valores”, o qual teve como foco cidadãos da sociedade civil organizada.

Os idealizadores do Evento foram o Capitão Mycael Campus, Comandante da 3ª CPM/6º BPM, sediada em Jucurutu, e o 3º Sargento PM Aquino. Este último foi o responsável por fazer o levantamento das ocorrências na Cidade de Jucurutu, nos últimos seis meses, desde quando o Capitão Mycael assumiu o Comando da PM local.

Os gráficos apresentados apontaram o quantitativo de ocorrências entre os meses de junho e novembro de 2016, como também os dias em que, costumeiramente, há mais complicações, que são os fins de semana. Isso é atribuído ao maior consumo de bebida alcoólica, o que leva a acidentes de trânsito, brigas em bares, entre outros e instituições públicas.

As ocorrências mais frequentes também foram apresentadas em um gráfico. São elas: Furto, acidentes de trânsito, Agressão Física e Roubo. Veja o gráfico abaixo.

Os organizadores do Seminário consideraram o Evento produtivo, embora a expectativa de público não tenha sido alcançada. Mesmo assim, o Capitão Mycael e Sargento Aquino, entendem que foi dado um pontapé inicial para alavancar a criação de uma rede mais sólida entre sociedade e instituições, em busca de uma jucurutu cada vez mais pacífica.


Compartilhe:
08/12/2016
Por Walter Clemente às 21:15h.

Em vídeo, Policiais Militares explicam o porquê não devem ser inseridos na Reforma da Previdência

A Reforma da Previdência é um dos assuntos mais debatidos do momento, pois irá afetar diretamente a vida da maioria dos trabalhadores brasileiros, que terão que contribuir por muito mais tempo para poderem usufruir do direito a um descanso remunerado (a aposentadoria).

As Polícias Militares do todo país, que estão cotadas para entrarem nessa relação, têm resistido a entrarem nesse regime, por ser uma categoria diferenciada, que tem regime de trabalho diferente, além de ter vários direitos a menos que as demais categorias de trabalhadores.

Para mostrar essa diferença entre Polícia Militar e outras profissões, a PM de São Paulo criou um vídeo detalhando essas diferenças. Vejam abaixo.


Compartilhe:
07/12/2016
Por Walter Clemente às 07:37h.

PM do RN que criticou modelo de polícia se livra da prisão

Soldado João Maria Figueiredo da Silva trabalha na cidade de Touros (Foto: Reprodução/Facebook)

Soldado João Maria Figueiredo da Silva trabalha na cidade de Touros (Foto: Reprodução/Facebook)

O soldado da Polícia Militar do Rio Grande do Norte João Maria Figueiredo da Silva, que no dia 21 de setembro foi punido com 15 dias de prisão por ter usado uma rede social para criticar o modelo de polícia utilizado no país, está livre da cadeia. O mérito do habeas corpus foi julgado nesta terça-feira. A Justiça concedeu o habeas corpus que impede o cumprimento da punição. Figueiredo é lotado em Touros, município do litoral Norte potiguar.

“A sensação é de justiça, de ver a luz da constituição adentrar os muros dos quartéis. É importante ver que nós militares começamos a ser percebidos como cidadão”, disse o presidente da Associação dos Cabos da Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

O comando da PM informou, por meio da assessoria, que ainda não foi notificado da decisão e que não sabe se irá recorrer.

A prisão de Figueiredo foi determinada pelo comandante-geral da corporação, coronel Dancleiton Pereira, que entendeu que o policial cometeu uma transgressão disciplinar. Consta no Boletim Geral da PM, datado de 21 de setembro, que “o soldado publicou palavras não condizentes com a ordem castrense, que desrespeita e ofende a instituição e seus integrantes, além de promover o descrédito do bom andamento do serviço ostensivo da Polícia Militar, conduta que é considerada contrária as normas regulamentares e éticas esculpidas no Regulamento Disciplinar da Polícia Militar” (SIC).

‘Jagunços’
As palavras nas quais a sindicância contra o soldado faz referência foram postadas no dia 26 de abril no Facebook. Encontram-se numa página chamada Mudamos – que propõe discussões sobre o sistema brasileiro de segurança pública. “Esse estado policialesco não serve nem ao povo e muito menos aos policiais que também compõe uma parcela significativa de vítimas do atual contrato social brasileiro. Temos uma Polícia que se assemelha a jagunços, reflexo de uma sociedade hipócrita, imbecil e desonesta!!” (SIC), comentou Figueiredo.

Outros casos
No dia 22 de novembro deste ano, uma publicação feita no Boletim Geral da PM estabelece uma ‘orientação sobre utilização de redes sociais por policiais militares na qual “vem orientar aos que fazem e representam a Corporação, para os cuidados a serem tomados na utilização de redes sociais”. Três dias depois, o capitão  Nilson Araújo escreveu: “Orientações sobre utilização de redes sociais é meus ovoss” (SIC). Após a crítica, no dia 29, o comandante geral da PM, coronel Dancleiton Pereira, instaurou um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra o oficial “em razão de postagem, na rede social Facebook, supostamente depreciativa”.

Ao G1, o capitão disse que ainda não foi notificado oficialmente, mas que a abertura do processo o pegou de surpresa. “A página do Facebook é minha. A corporação não pode tolher meu direito de expressão. Eu não ofendi ninguém”, afirmou. Para ele, as redes sociais cumprem um papel importante para a sociedade, pois “são um mundo livre e aberto” e que não tem medo de falar o que pensa.

“Sempre faço comentários. Já fiz até piores. Me pegaram como bode expiatório. Quando eles encontram um oficial que luta, que não concorda com o sistema e comenta nas mídias, há uma tendência que eles partam para cima, para calar o cidadão”, desabafou.

Nilson ainda afirma que considera a investigação contra ele “um abuso de autoridade”, e que se nada for provado ele pensa em ingressar com uma ação contra a PM por danos morais. “Querem punir um capitão. Expediram o processo no Boletim Geral, algo que não é certo. O correto seria uma notificação especial. Isso é uma caça às bruxas”, acrescentou.

Legislação retrógrada
“O Estado precisa rever urgentemente essa legislação, que é retrógrada, arcaica e ridícula. Em um momento em que a criminalidade vem em uma crescente – e em meio a tantas dificuldades enfrentadas, falta de estrutura, falta de pessoal e salários atrasados – ao invés de se concentrar forças para garantir a vida e o patrimônio dos cidadãos, se perde tempo muito precioso buscando ver o que os policiais postam em suas redes sociais. O que é legal para qualquer pessoa, é censurado para os policiais. Esperamos que as promessas feitas em campanha pelo governador Robinson Faria, de humanizar a instituição, possa ser seguido por seus auxiliares”, disse o cabo Roberto Guedes, presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar no estado.

Por G1RN


Compartilhe:
07/11/2016
Por Walter Clemente às 15:47h.

Oficiais contestam comando da PM e recorrem à quebra de hierarquia

Oficiais contestam comando da PM e recorrem à quebra de hierarquia

Um movimento interno na Polícia Militar do Rio Grande do Norte está contestando o comando da PM por falta diálogo e obrigando os representantes dos oficiais a quebrar a hierarquia. A reclamação, que era tratada como sussurro nos intramuros militares, foi vocalizada nesta segunda-feira (7).

“O diálogo com o comando tem sido muito difícil. Ele chega a ser inacessível”, cravou o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares (Asspmbm/RN), subtenente Eliabe Marques.

Segundo seu relato, policiais têm procurado a associação justamente para intermediar reivindicações que cabem ao comando tomar, como a reforma do código de ética da instituição.

“Mas raramente há retorno. Conseguíamos dialogar com o comando anterior, mas com esse, não. Nesse, a gente conversa com um ajudante de ordem que fica de dar retorno sobre a agenda do comandante, o coronel Dancleiton [Pereira Leite], e são raras as vezes em que há retorno”, resumiu Eliabe, que se antecipou apresentando a solução.

“O que nos resta é quebrar a cadeia de comando. É mais fácil conseguir se reunir com a chefe do Gabinete Civil, que é o que temos feito, do que com o comando da Polícia Militar”, disparou o presidente Asspmbm.

Questionado se, como subordinado, não teme retaliação – um soldado foi preso em setembro por criticar a corporação no Facebook – Eliabe foi prático.

“Temo retaliação, temo, mas não podemos nos calar. Eles podem retaliar, como fazem facilmente. Mas a função que ocupo me obriga a dizer isso”, pontuou.

Outro lado

Procurada para comentar o caso, a assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que rebater algo “de boca”, sem ter saído em lugar algum, era delicado. A reportagem informou que as declarações de Eliabe seriam publicadas e se tornariam matéria. A assessoria, então, acrescentou que quando isso acontecesse melhor.

Além disso, acrescentou que como se tratam de críticas direcionadas ao coronel Dancleiton, precisaria que o próprio visse o conteúdo para discutir o que será feito.

O portalnoar.com não conseguiu contatar o comandante da Polícia Militar. Ele cumpre agenda nesta segunda-feira em Florianópolis (SC).

Por Dinarte Assunção/Portal no AR


Compartilhe:
18/10/2016
Por Sd Franco às 07:59h.

Filha de policial militar precisa de doação de sangue urgente em Mossoró

A função principal do policial militar é servir e proteger a sociedade, independentemente de qualquer situação ou contratempo. Entretanto, neste momento é um PM que precisa de ajuda da população.

O sargento Ronildo Lima, comandante do destacamento da cidade de Campo Grande/RN e com 27 anos de serviços prestados na Polícia Militar do Rio Grande do Norte, está com sua filha, Maria Gabriela Dantas Amaral, de apenas 15 anos, internada no leito 88 do Hospital Infantil Varela Santiago, se tratando de uma leucemia mielogênica aguda e precisa de doação de qualquer tipo de sangue de maneira urgente.

Para realizar a doação, basta ir até o Hemonorte, indicar que a doação é para Maria Gabriela, e depois levar o comprovante para o responsável ou no HATMO (Humanização e Apoio ao Transplantado de Medula Óssea do Rio Grande do Norte). Mais informações podem ser obtidas através dos telefones (84) 98805-8496 e 3217-6491.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DA DEFESA SOCIAL
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe:
13/10/2016
Por Walter Clemente às 08:56h.

Dois PMs são baleados em atentados no RN; outro, tem carro queimado

Em Natal, PM teve o carro incendiado após ser assaltado (Foto: PM/Divulgação)Dois policiais militares foram baleados durante atentados ocorridos na noite desta quarta-feira (12) no Rio Grande do Norte. Os casos aconteceram em Natal e na cidade de Martins, na região Oeste do estado. Ainda durante a noite, também na capital, um outro PM teve seu carro incendiado após ser assaltado. Os policiais feridos não correm risco de morte. Ninguém foi preso.

Um dos atentados aconteceu no bairro de Igapó, na Zona Norte de Natal. De acordo com o 4ºBPM, um sargento da reserva foi atingido de raspão por um homem já identificado, mas que conseguiu fugir. O nome do criminoso não foi divulgado para não atrapalhar as investigações.

Já em Martins, dois homens em uma motocicleta desciam a serra quando abordaram e atiraram no policial. O soldado da PM foi atingido no lado esquerdo das costas. Mesmo ferido, ele revidou. Contudo, os criminosos conseguiram escapar por dentro da mata. A moto foi apreendida. “O policial foi socorrido para um hospital de Mossoró e está fora de perigo”, contou o tenente Agostinho.

Assalto e carro incendiado
Ainda na noite desta quarta, também em Natal, um policial militar sofreu um assalto e teve seu carro incendiado. Aconteceu no prolongamento da Av. Prudente de Morais. Segundo informações da própria PM, o policial furou o pneu do carro e teve que parar o veículo. Ao sair do carro, ele foi rendido por dois homens que se aproximaram em uma motocicleta. O policial reagiu, efetuou alguns disparos contra os assaltantes e correu para dentro do mato. Os criminosos, que não foram  atingidos, roubaram os pertences do PM. Na fuga, a dupla ateou fogo no automóvel.

*G1RN


Compartilhe:
15/09/2016
Por Walter Clemente às 08:00h.

Governo do RN promove 677 Policiais Militares

00001

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Comando Geral da Polícia Militar, publicou na noite desta quarta-feira (14), no boletim geral da instituição, a promoção de mais 677 praças da Polícia Militar. Dentre as promoções estão militares dos quadros de combatentes, operações em comunicações, saúde, músico e manutenção em comunicações. Ao todo foram 230 promoções de soldados a cabos, 180 cabos a 3º sargentos, 94 3º sargentos a 2º sargentos, 173 2º a 1º Sargento.

Com essas promoções, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) já soma6.019 agentes de segurança pública promovidos em apenas 21 meses de gestão, sendo5.209 militares estaduais (243 oficiais e 4.966 praças) e 810 policiais civis.

As promoções desta quarta-feira são retroativas ao dia 21 de agosto e foram oficializadas em publicação noboletim geral de nº 171 da Polícia Militar.


Compartilhe:
09/09/2016
Por Walter Clemente às 07:50h.

Policial Militar sofre tentativa de homicídio em Cidade do Oeste Potiguar. Um bandido morre em confronto com a Polícia

Uma tentativa de homicídio tirou a tranquilidade da pacata cidade de Francisco Dantas nessa noite de quinta-feira.

De acordo com informações nas redes sociais, principalmente WhatsApp, dois indivíduos numa moto efetuaram vários tiros contra o soldado Válter, que foi atingido por um tiro que por pouco não lhe acertou o coração.

O soldado foi socorrido para o hospital Regional de Pau dos Ferros e foi feita uma drenagem e está fora de perigo.

Já os bandidos, quando estavam em fuga se depararam com o GTO e após troca de tiros, um foi baleado e socorrido para o hospital de Pau dos Ferros e morreu.

O homem que tentou matar o policial Valter foi identificado como Francisco Marcos Teixeira de Queiroz Carvalho, do sítio Trataira, Zona Rural de Encanto. Não resistiu e veio a óbito em virtude do confronto com a polícia.

*Focoelho


Compartilhe:
27/08/2016
Por Sd Franco às 12:34h.

Mulher é morta a facada no interior do RN; ex-namorado é preso

Antônia Luzia de Souza, de 32 anos, levou uma facada no pescoço (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)

 

Uma mulher foi morta a facada nesta sexta-feira (26) em Alto do Rodrigues, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Antônia Luzia de Souza, de 32 anos, levou uma facada no pescoço. Um ex-namorado dela foi preso dez minutos após o crime. Ele confessou o assassinato.

O crime aconteceu dentro da casa onde ela morava, no bairro Novo Horizonte.

O corpo de Antônia está no Itep de Mossoró, aguardando a presença de familiares para fazer o reconhecimento e liberação.

Fonte: G1-RN.


Compartilhe:
16/08/2016
Por Sd Franco às 08:10h.

Governo do RN assina ordem de serviço para o Hospital da PM

Com ordem de serviço, obra no hospital da PM será retomada e após concluída oferecerá 130 leitos (Foto: Demis Roussos/Governo do RN)

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, assinou na manhã desta sexta-feira (12) a ordem de serviço para a instalação do sistema de climatização do Hospital Coronel Pedro Germano (conhecido como Hospital da Polícia), em Natal. A partir de agora, será possível retomar as obras da unidade hospitalar, que estão com 87% dos serviços executados. Após a assinatura, o governador visitou o prédio e a sala onde já está instalado um novo equipamento de Tomografia.

Robinson Faria destacou que quando estiver pronta, a unidade suprirá a demanda de novos leitos de UTI no Estado. “O número de leitos aqui subirá de 65 para 130. Assim, passará a ter 10 leitos de UTI adulto e 10 de UTI Neonatal. Nesse hospital, também faremos um centro de diagnóstico para a realização de exames. Com o empenho de nossa equipe, queremos entregar este centro pronto até o final do ano, oferecendo melhores serviços de saúde para a população”, ressaltou o governador.

Fonte: G1-RN.


Compartilhe:
30/07/2016
Por Walter Clemente às 10:01h.

Nota: Comando da PM de Jucurutu emite nota de agradecimento aos Policiais Militares e reafirma seu compromisso de bem defender a sociedade

Resultado de imagem para imagem de notaO Comando da 3ª Companhia de Polícia Militar de Jucurutu vem, através desta, reafirmar o compromisso da Polícia Militar para com a população em geral e dizer que, diante da situação preocupante de vandalismo de bandidos em represália às ações do Estado no combate ao crime organizado, os Policiais de Jucurutu estão todos nas ruas, dia e noite, para evitar que esses bandidos tentem ações terroristas contra o patrimônio público e a população como um todo.

Ao mesmo tempo, o Comando agradece o empenho de todos os Policiais Militares que atuam no Município de Jucurutu, por estes terem se deslocado de suas casas para apoiar operações de prevenção e repressão a possíveis tentativas de crimes. Os Policiais, mesmo aqueles que estão de folga, se encontram de prontidão para agir, a qualquer momento, contra as forças criminosas.

Por fim, a Polícia Militar de Jucurutu solicita que, quem perceber alguma ação que levante suspeita de crime, ligue para o telefone 9 9660-0154, que a PM está a postos, pronta para agir e defender a sociedade. Em toda Cidade há policiais caracterizados e à paisana, dando o seu melhor, para evitar crimes.

Fonte: Blog PM Jucurutu


Compartilhe:
Página 1 de 1712345...10...Última »



Buscar

Parceiros

Anuncie Aqui